Histórias de Sucesso – Úrsula Pessoa

Por ricardo em Notícias junho de 27 de 2011 - 16:05

KarilaneTrajetória de excelência

Fisioterapeuta residente da Maternidade Escola Assis Chateaubriand da Universidade Federal do Ceará, Úrsula Pessoa relata como se apaixonou pela profissão e como coleciona conquistas

Trabalhar na promoção da saúde. A princípio, a ideia era medicina. O encantamento da profissão não deixou espaço para outras opções. No meio do caminho, um desvio. “Após algumas tentativas sem sucesso, mudei o foco. Foi preciso enxergar além e perceber que, mesmo na área de saúde, as possibilidades são muitas”, relembra Úrsula Pessoa, hoje fisioterapeuta. A recém-formada (Úrsula concluiu o curso em dezembro agora) encontrou na ciência dos cuidados físicos e da reabilitação sua maior conquista.

Aos poucos, a cada disciplina, Úrsula foi aprendendo a se deixar conquistar. “Eu costumo dizer que a fisioterapia me escolheu. A possibilidade de trabalhar bem próximo ao paciente e seus familiares é uma superação para o profissional também”, completa. Logo na primeira oportunidade de estágio, em julho de 2009, a egressa percebeu sua verdadeira vocação: cuidar. No Instituto da Previdência do Município de Fortaleza (IPM), Úrsula teve a certeza da escolha profissional e este período foi de grande amadurecimento profissional. “O serviço de assistência domiciliar em fisioterapia é um trabalho de técnica e carinho. Em uma via, você aplica o conhecimento. Na outra, você percebe que o seu trabalho vai além da reabilitação física”, afirma.

A dedicação à profissão percorreu também os caminhos da iniciação à pesquisa e à docência. Motivada pelas professoras Márcia Sombra e Mirizana Alves de Almeida, Úrsula ingressou no programa de Monitoria por dois períodos seguidos. “Comecei como monitora das disciplinas Biofísica e Fisiologia Humana. Na sequência, arrisquei participar do Programa de Iniciação Científica, com minha amiga Katia M.B.S. Lucas, com a pesquisa ‘Perfil clínico-demográfico e tratamento fisioterápico de pacientes submetidos à revascularização do miocárdio’”, relembra. Logo depois, Úrsula, com o apoio de sua orientadora Noeme Moreira Maia, abriu o caminho para o Trabalho de Conclusão de Curso, com abordagem sobre a “Assistência domiciliar fisioterápica no IPM”. “A oportunidade de apresentar trabalhos em simpósios e congressos não acrescentou somente ao meu currículo. O gosto pela pesquisa e a paixão pela fisioterapia foi moldado por horas de dedicação e estudo”, aponta a egressa. Nesse capítulo de sua trajetória profissional, as orientadoras tiveram participação de destaque. “Como ex-aluna do Colégio Christus por muitos anos, já tinha a certeza da seriedade e do comprometimento do grupo de educação. Na Unichristus, encontrei apoio para pensar a fisioterapia além da teoria e prática. O corpo docente e a estrutura do curso foram um pontapé de estímulo à minha carreira”, comenta a egressa.

Satisfeita e orgulhosa dos próprios passos, Úrsula Pessoa se prepara para viver o mais importante desafio até agora: integrar o corpo da residência multiprofissional da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC). Como residente em fisioterapia, Úrsula assume a partir de fevereiro a tarefa de aplicar seus conhecimentos na assistência à saúde da mulher e da criança. “Vou atuar em uma das áreas da fisioterapia com que mais me identifiquei na faculdade, mas sei que o trabalho será cansativo. A carga horária é de 12 horas diárias, com alguns plantões nos fins de semana”, observa. Por se tratar de uma especialização, Úrsula também atenderá uma grade curricular com revisão teórica e aplicação de provas e, ao final de dois anos, deverá apresentar trabalho monográfico.

Às voltas com o início da Residência na MEAC, Úrsula nem se deu conta de como superou a concorrência da prova do hospital. “A MEAC abriu apenas uma vaga para fisioterapia e não tive tempo de revisar os conteúdos e me preparar com mais afinco”, assume. Para sua surpresa, as três semanas de estudo foram suficientes para relembrar todo o conteúdo e garantir o bom resultado. “Todo o conteúdo que aprendi na faculdade estava na prova. A base de conhecimento que recebi na Unichristus, a partir dos conhecimentos transmitidos pelo excelente corpo docente, foi a grande vencedora desse desafio. Aliás, essa não é apenas a minha vitória pessoal. É mais uma vitória Christus”, conclui. Do lado de cá, a família Christus se enche de orgulho e deseja que o novo período seja recheado de conquistas.

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.