fbpx

Grupo de reflexão enriquece experiência acadêmica no Curso de Medicina

Notícias abril de 30 de 2008 - 3:00

Serviço de Apoio Psicopedagógico trabalha a humanização com acadêmicos da graduação em Medicina através de atividade de reflexão.

Dramatização, interação e reflexão sobre o lado humano da profissão. Estes foram os ingredientes que preencheram a atividade Grupo de reflexão: a humanização da prática médica, realizada com os estudantes do Curso de Medicina da Faculdade Christus, sob a coordenação do Serviço de Apoio Psicopedagógico (SAP) da Instituição. O projeto, que tem continuidade durante toda a formação do estudante, é resultado da iniciativa da professora Maria do Livramento Leitão, coordenadora do módulo CHA (Comunicação, Habilidades e Atitudes) da graduação em Medicina, e está em consonância com o projeto político-pedagógico do Curso, o qual busca formar médicos generalistas, aptos a promoverem a saúde integral da população, mediante prática humanizada, ética e competente.

A atividade aconteceu entre os meses de fevereiro e abril, em momentos distintos, quando foram realizados encontros com estudantes do primeiro ao quarto semestre do Curso. O grupo de reflexão adaptou para cada atividade o espaço das salas de aula ou de tutoria, a fim de atender melhor a realização do trabalho em grupo. As diferentes metodologias utilizadas para reflexão e debate com os estudantes envolveram exibição de filmes, dramatizações, ponderações por meio de fotografias representativas da relação médico-paciente e a realização de oficina lúdica. Na conclusão de cada atividade, houve a socialização, pelo grupo, das idéias construídas por meio de reflexões orientadas.

Para as psicólogas do SAP que acompanharam a atividade, Érica Atem e Dilene Rodrigues, os estudantes foram receptivos à nova experiência, pois perceberam-na como momento diferenciado dentro da estrutura curricular. “Entendemos que atividades desta natureza realizadas durante toda a formação do aluno possam fornecer-lhe subsídios para o encontro com o paciente. Os debates podem proporcionar ao estudante um espaço para pensar coletivamente o saber médico e sua prática, levando em conta as especificidades do curso e os valores e desejos trazidos por cada um em sua trajetória”, afirmam as profissionais.
A expectativa é de que os alunos percebam a humanização como um meio de se construir o saber e a prática médica, integrados às contribuições de vários conhecimentos. Desta forma, eles mesmos podem criar outros momentos de troca sem que abram mão das formas de expressão coletiva que fortalecem a si e ao Curso.

grupo_ref01gradgrupo_ref02grad

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.