Historias de Sucesso – Gabriel Cordeiro

Notícias novembro de 4 de 2010 - 17:40

GabrielPelos caminhos do destino

Quando Gabriel se mudou do Rio de Janeiro para Fortaleza, ainda em 2000, ele não tinha ideia de que sua vida tomaria novos rumos. Estudante de Medicina exemplar, Gabriel trocou a área de saúde pelo sucesso profissional no mundo da tecnologia

De início, ele adverte: “Nunca fui nerd, mas sou um curioso nato”. Com essas palavras Gabriel Cordeiro Cavalcante, de 28 anos, explica como a vida moldou sua carreira. “Quando eu vim do Rio para cá, não consegui transferir o curso de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro para a Universidade Federal do Ceará. Acabei fazendo um novo vestibular e optei pela Fisioterapia”. Descontente com o curso e com a instituição escolhida, Gabriel ainda seguiu firme até a reta final. “No 7º semestre, eu abandonei o curso. Não dava mais pra seguir em frente!”, relembra.

Se para alguns o momento foi de loucura – abandonar o curso faltando tão pouco tempo para a graduação –, para Gabriel insistir em algo que não “deu certo” não é o jeito correto de levar a vida. À época, atuando na construção de websites, e namorando uma colega de faculdade – também da Fisioterapia –, Gabriel se deu conta de que trabalhar com tecnologia estava rendendo bons frutos, além de boas perspectivas para o futuro. “Tudo começou por brincadeira mesmo. Eu sempre mexi com informática e quando conheci a Suzanny, ela já trabalhava com manutenção de sites. Era um ofício sem renda, só por diversão, mas começamos a sondar o mercado e enxergar além”, conta. Em uma decisão rápida, ambos optaram pelo curso de Sistemas de Informação e abraçaram a carreira. “Vim para a Faculdade Christus com uma grande vontade de vencer na profissão, mas sem perspectivas. Encontrei um corpo docente integrado com a coordenação e um ótimo relacionamento aluno-professor”.

O gosto e a dedicação pelo trabalho venceram também a barreira familiar. Filho de oficial reformado da Marinha, Gabriel foi criado para seguir a carreira militar. Quando ingressou na Medicina e, na sequência, na Fisioterapia, os pais mostraram apoio, mas ele sabia que, no fundo, sua vida estava traçada para se tornar um militar. “Quando comuniquei da decisão de começar Sistemas de Informação e abandonar a Fisioterapia, a situação ficou tensa. A área de saúde carrega uma tradição de sucesso”, explica. Só depois de iniciar trabalhos freelancer e estabilizar-se na profissão, os pais cederam.

Recém-graduado, da classe de 2009.2, Gabriel contou com a indicação de um professor para conquistar uma vaga no mercado de trabalho. Hoje, ele é funcionário do setor de Tecnologia da Informação da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (Capef). Começou como estagiário e viu sua sorte mudar a partir de uma atitude pró-ativa: Gabriel desenvolveu a Política de Segurança da empresa, ainda antes dos gestores planejarem todo o sistema. “Quando começou o movimento para cotação dos serviços, eu apresentei o projeto pronto, já cotado, e inclusive com aperfeiçoamentos de fornecedores”, afirma. Hoje, cabem a ele as funções de implantação e manutenção de internet wireless (rede de conexão sem fio), suporte tecnológico de softwares e hardwares, administração de Banco de Dados e controle e gerenciamento da Política de Segurança de Internet.

Sobre os diferentes rumos de sua vida profissional, Gabriel salienta que não há receita de bolo. Entusiasta dos caminhos do destino, ele acredita na máxima de que “quando as coisas são pra ser, de algum modo elas são”. Aliás, é com essa frase que ele define sua trajetória até aqui. Para o futuro, o jovem acredita que seguirá na área da tecnologia, sempre buscando novas oportunidades de crescimento no mercado, que segue em constante expansão. Aliás, o mercado aquecido é um dos grandes motivadores em casa. Recém-casado com a namorada de faculdade, Gabriel busca conciliar a vida cotidiana com a grande demanda de trabalho. “Suzanny e eu falamos a mesma língua e temos aptidões semelhantes. Isso ajuda bastante na hora de fazer as coisas funcionarem direitinho”, conclui.

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.