ECOCinema Jurídico debate cidadania ambiental

Por ricardo em Notícias Maio de 18 de 2010 - 3:00

A Faculdade Christus continua a utilizar os recursos artísticos na condução da educação em sala de aula. Além do já tradicional “Direito e Cinema”, o curso de Direito deu início ao programa ECOcinema Jurídico, criado para fomentar o debate sobre o desenvolvimento sustentável e Direito Ambiental.

A ação integra o trabalho do Programa de Iniciação Científica da Faculdade Christus, através do projeto “Cidadania ambiental”, desenvolvido pela aluna Martasus Almeida sob orientação da profa. Germana Belchior.

A primeira sessão do ECOcinema Jurídico aconteceu no final de abril, abordando as temáticas responsabilidade e dano ambiental. Na ocasião, os alunos puderam conferir o curta-metragem brasileiro “Urubus têm asas”, que abordou os danos enfrentados por catadores de caranguejos e as alternativas para a sobrevivência da comunidade. Um vídeo educativo levou o grupo à reflexão sobre a perda da biodiversidade e os impactos ecológicos que o mundo contemporâneo enfrenta.

Martasus Almeida apresentou aos presentes um pouco da pesquisa que desenvolve, trabalhando conceitos em evidência, dados estatísticos e relacionando a temática ao Direito. “Entrevistei 154 pessoas para entender como as ações cotidianas interferem na própria realidade de quem as praticam. É necessário pensar em condições dignas de vida para o momento atual e para as futuras gerações; isso é sustentabilidade”, explicou a aluna. Em complemento a profa. Germana Belchior afirmou:  “Trabalhar com a prevenção e com a consciência é possibilitar novas condutas a partir do conhecimento. Falar de cidadania ambiental é mesclar vários ramos de conhecimento e usá-los em sintonia”.

A ação serviu de palco para a estreia do programa “Aluno Debatedor”.  Durante a sessão de cinema, o aluno Robério Carmo de Assis debateu sobre cidadania ambiental, acrescentando curiosidades sobre a temática e questionando as responsabilidades do poder público e de cidadãos. O programa foi lançando recentemente na faculdade para estimular os alunos ao exercício e aperfeiçoamento do debate. “Tenho afinidade com o assunto e com a colega Martasus. Achei oportuno arriscar a participação e fiquei muito feliz quando fui aprovado para o ECOcinema. É uma experiência muito boa para vencermos o nervosismo e treinar para o futuro”, comentou Robério.

Veja alguns momentos do ECOcinema Jurídico:

180510_ecocinema_01180510_ecocinema_02180510_ecocinema_03180510_ecocinema_04

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.