fbpx

Histórias de Sucesso – Cíntia Ximenes

Notícias novembro de 4 de 2010 - 16:46

CíntiaMultiplicando sonhos e dividindo experiências

Sucesso parece ser o nome dessa profissional da contabilidade. Cíntia Gonçalves Ximenes veio de Niterói para Fortaleza com apenas 13 anos. Hoje, aos 32, é supervisora contábil da Unimed Fortaleza, uma das maiores empresas de saúde do país. Pelas suas mãos e pelos seus cálculos, passam mensalmente cerca de R$ 50 milhões.

“Contabilidade exige muita dedicação; tem de gostar de legislação e entender muito a necessidade do cliente”, resume Cíntia Gonçalves Ximenes, com a autoridade de quem parece ter trazido nas veias o gosto pelos números e pela escrita. Já aos 16 anos, veio o primeiro estágio, na SECRAN. Por lá, foram valiosos dez anos de crescimento profissional e educacional, já que, nesse meio tempo, ela foi adentrando a área das Ciências Contábeis, em seus mais variados níveis.

No Ensino Médio (antigo 2º grau), trocou o método tradicional de aprendizagem por um curso técnico de contabilidade (com duração de 3 anos), no Colégio Estadual Justiniano de Serpa. “Logo tomei gosto pela Contabilidade. Eu trabalhava, naquela época, com planilhas manuais, os computadores não eram modernos. Nós trabalhávamos com CPDs, (Centros de Processamento de Dados)”, diverte-se ao lembrar do relativo atraso tecnológico que marcou os anos 1990. Em 2000, fez um curso seqüencial (com 2 anos e meio de duração) de contabilidade gerencial, na UECE.

No entanto, os conhecimentos e o status acadêmico que já havia conquistado eram àquela altura só o início de uma jornada de êxitos e, obviamente, alguns percalços. “Eu sempre tive bastante apoio, apesar de meus pais serem separados”, reconhece Cíntia, que tem um irmão cursando Direito na Unichristus. A experiência dela na instituição começou em 2003.1, após ter sentido necessidade de fazer uma graduação. Aqui, ela pôde aproveitar, em parte, disciplinas e conhecimentos previamente adquiridos. Infelizmente, depois de dois semestres, questões pessoais e profissionais forçaram-na a interromper o seu sonho. Não indefinidamente…

“Retornei com todo gás em 2007.1. Conclui meu curso em 2008.2. Agora, já estou matriculada na pós-graduação em Controladoria e Gestão Empresarial da Faculdade Christus, e buscarei o mestrado também nessa área”, projeta Cíntia. Com relação à vontade de fazer um mestrado, quando concluir a pós, Cíntia revelou-nos que foi a experiência acadêmica na Christus que despertou esse desejo, principalmente no que diz respeito às conquistas e homenagens que recebeu da Faculdade. A ex-aluna teve dois primeiros lugares em projetos de iniciação científica, e foi condecorada pela melhor média entre os alunos de contabilidade, em 2008.2.

Sua monografia sobre o Sistema Público de Escrituração Digital, o SPED, e a adequação das empresas cearenses a ele, foi um dos destaques do ano passado entre os trabalhos acadêmicos. O orientador foi o professor Juracy Alves. “Ele foi maravilhoso e me ensinou muito. Tem uma experiência sensacional e é um excelente profissional”, enaltece. Além dele, Cíntia Ximenes cita o Professor Carlos Adriano como seu guru acadêmico. “Ele viu em mim a capacidade de escrever. Comecei a escrever artigos por conta dele, foi meu principal incentivador. A maneira como ele ensinava despertou a vontade de ser Mestre”, conclui a contadora.

Acompanhando as conquistas acadêmicas, a vida profissional também trouxe gratas surpresas para ela nos últimos dois anos. No início de 2007, Cíntia Ximenes começou a atuar como controller na Casa Magalhães, uma empresa de Tecnologia da Informação (TI). Lá, onde ficou por um ano e meio, desempenhou funções de análise de resultados das principais áreas da empresa (desenvolvimento, vendas e assistência técnica). Em julho de 2008, assumiu função como supervisora contábil da Unimed Fortaleza.

“Na minha equipe, supervisiono 7 pessoas. Sou responsável por orientar toda a área de contabilidade, sendo que a Unimed Fortaleza movimenta um montante de R$ 50 milhões por mês. Eu aceitei como um desafio, já que nunca havia trabalhado com uma empresa desse nível de faturamento, e com uma legislação tão específica, que envolve ao mesmo tempo a cooperativa de médicos e a operadora de plano de saúde”, conclui Cíntia.

Mas como nem tudo na vida é trabalho e estudos, Cíntia Ximenes, uma legítima “cearoca”, gosta de aproveitar as horas livres para dançar e comer caranguejo ou camarão com amigos e familiares. Versátil, ainda encontra tempo para fazer academia e inglês. Em setembro, pretende realizar um outro sonho: voltar ao estado natal, o Rio de Janeiro, e especialmente a sua saudosa Niterói. O descanso merecido vem depois de 15 anos sem férias!

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.