Historias de Sucesso – Antônio Fiuza

Notícias novembro de 4 de 2010 - 17:17

AntônioAluno fundador do Colégio Christus cola grau em Direito pela Faculdade Christus

Histórias que se encontram. Aluno fundador do Colégio Christus, Antônio Fiuza Neto é egresso do Curso de Direito da Faculdade Christus, tendo colado grau no último semestre. Ao passo que o Colégio Christus iniciava sua trajetória acadêmica, em 1951, Fiúza ingressava na Educação Fundamental – à época, Curso Primário. Confira aqui o relato desse encontro

Profissional do ramo de imóveis, Antônio Fiuza tem uma carreira consolidada. Engenheiro químico formado pela Universidade Federal do Ceará, com experiência em altos cargos de chefia no segmento de castanhas e oleaginosas, nosso personagem do mês é também um empreendedor inato. Com o irmão, divide a sociedade de uma imobiliária, mas também já se aventurou na própria empresa. “Trabalhei 17 anos no mercado de castanhas e derivados, mas em paralelo, mantive negócios imobiliários. Em 1987, optei por seguir com a minha própria empresa de castanhas e, anos mais tarde, larguei tudo para me associar ao meu irmão, na imobiliária”, explica Fiuza. Em 2002, decidiu retomar os estudos e seguir pela ciência jurídica. “Quase fui aluno fundador da faculdade também. Ingressei no segundo semestre de 2002, quando a Faculdade Christus estava com a turma também no 2º período”, comemora a quase coincidência.

Retomando ao Colégio Christus, ainda em 1951, Fiuza conta: “Uma tia morava próximo à sede do colégio, em uma casa alugada na Rua Silva Paulet. O Roberto de Carvalho Rocha, fundador do Colégio Christus, acabara de voltar dos Estados Unidos, onde estudou Teologia e Educação. Pelo contato entre as famílias, estudei no colégio e passei por três sedes: a unidade da Rua Silva Paulet, a sede da Av. Santos Dumont e cursei o antigo ginásio no prédio da Av. Barão de Studart”, relembra Antônio Fiúza. Feliz em saber que participou da história do colégio, Fiúza abre seu baú de recordações. Sua família manteve por anos provas, boletins e até uniformes intactos. “Quando me casei, minha babá apresentou todo o material à minha esposa. Nem sabia que ainda tinham tanta coisa guardada”.

O destino se encarregou de unir as histórias novamente, quando Fiuza encontrou José Lima de Carvalho Rocha, filho do professor Roberto Carvalho Rocha e atual diretor geral da instituição Christus, em um evento social. “Comentei do meu desejo de cursar Direito e ele me falou da criação do curso. Apostei na instituição de ensino e me matriculei pouco tempo depois”, relata. A escolha pelo curso partiu de sua experiência no mercado empresarial, onde percebeu a necessidade de se manter atualizado sobre os direitos dos consumidores. “Pela experiência, notei que o consumidor é hoje bem mais atentado nos seus direitos. Pela vivência, achei que o curso seria bem mais moleza do que de fato foi. Na verdade, a gente sempre acha que sabe tudo até encarar a teoria de frente”, afirma. Devido à rotina de trabalho, o curso foi esticado por mais dois anos, totalizando sete anos de estudos. “Tiveram momentos difíceis de conciliar faculdade e trabalho, mas quando me proponho a algo, me dedico pra valer”, completou.

Ligado ao turismo e aos impactos que assolam o meio ambiente, temática de seu trabalho de conclusão de curso, Antônio Fiuza afirma que embora continue na carreira de empresário, há o desejo latente de colocar em prática os ensinamentos do Direito. Após o momento de dedicação nos estudos para a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ele e um grupo de colegas cogitam a possibilidade de abrirem um escritório de atendimento gratuito à população mais carente. “Não sabemos exatamente em quais frentes vamos atuar, mas penso nos serviços básicos, como assistência jurídica ligada às questões trabalhistas e encaminhamentos na área de saúde. Será uma Casa do Cidadão, com expediente de meio período ou com um rodízio de profissionais durante todo o dia”, pontua o egresso. É neste momento que seu apego às raízes nordestinas e ao povo humilde toma vez: “Enquanto nós temos o saber, o povão tem a sabedoria”, filosofou o ex-aluno.

Os anos vividos na Faculdade Christus são lembrados com bastante carinho por Fiuza. “O nível do conteúdo aplicado é excelente e a comunidade acadêmica é bastante entrosada. Os professores conhecem os alunos pelos nomes. Nunca me senti intimidado pela minha idade. Uma instituição com a chancela Christus é sinônimo de profissionalismo e qualidade”, finalizou. Ao final, é o Christus quem agradece por ter tido Antônio Fiuza Neto em sua história.

2009, aliás, foi um ano decisivo na vida de Ana Isabel. O dia-a-dia inteiramente ocupado pela pesquisa fez com que ela optasse por cortar em definitivo os vínculos com a primeira profissão, a contabilidade. Ela suspendeu a atividades de assessoria contábil, mas não se arrepende nem teme o futuro. “Eu pretendo realmente ingressar na área acadêmica, e assim que puder, lecionar. Nos próximos dez anos, penso em fazer doutorado e pós-doutorado, se possível fora do país. Existem oportunidades para tal, oferecidas pelo programa de Mestrado, em parceria com Universidades da Europa, na Itália, por exemplo. E por falar em Itália, as origens familiares da pesquisadora fazem com que um dos maiores sonhos dela seja conhecer o velho continente. “Quero colocar a mochila nas costas mesmo”, se diverte.

O gosto pela Ciência Jurídica não inviabilizou a vida familiar e social. Caçula de uma família de cinco filhos, Ana Isabel recorda com carinho da infância e das brincadeiras junto das duas irmãs. Hoje é ela quem acompanha as brincadeiras da filha Maryana, de 5 anos. “Além de visitar a Europa, um outro sonho que tenho é ver minha filha atuando na ONU, mas vamos ver se ela desperta esse interesse”, pondera, com a experiência de quem aprendeu a importância do apoio familiar. Com os amigos, a grande pedida de Ana Isabel é sair para dançar. Ela adora o som do pop rock. Depois de 12 anos em Fortaleza, admite que já está gostando e tentando dançar o forró. E nós, fortalezenses, fazemos gosto que ela continue enriquecendo-nos de novos conhecimentos, gerados a partir de suas pesquisas!

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2018. Todos os Direitos Reservados.