Menu Principal

Comissão Própria de Avaliação (CPA)

cpa

O art. 11 da Lei 10.861/04 prevê a constituição das Comissões Próprias de Avaliação (CPAs) que devem contar, na sua composição, com a participação de representantes de todos os segmentos da comunidade universitária, bem como da sociedade civil organizada.

Às CPAs será incumbida a responsabilidade de conduzir o processo de autoavaliação das IES em todas as suas instâncias e diferentes etapas, cabendo a elas, entre outras atribuições, garantir a fidedignidade dos resultados encontrados como, também, divulgá-los à sociedade.

Prezados membros da comunidade Unichristus e Sociedade Civil Organizada,

O Sistema Nacional de Avaliação das Instituições do Ensino Superior (SINAES), em busca do aperfeiçoamento das atividades acadêmicas, contemplou, na constituição das CPAs, a sociedade civil organizada e todos os segmentos da comunidade acadêmica: corpo docente, corpo discente, corpo técnico-administrativo.

Depreende-se dessa decisão a importância para o sucesso do SINAES do envolvimento e da integração de TODOS nas discussões relativas ao processo avaliativo.

Convidamo-los, a participar desse amplo debate em nível nacional.

Suas sugestões, dúvidas e contribuições podem ser enviadas para o e-mail: cpa@unichristus.edu.br

Agradecemos sua participação!

DocumentosArquivos
Resultados autoavaliação 2015.2PDF
Resultados autoavaliação 2015.1PDF
Resultados autoavaliação 2014.2PDF
Resultados autoavaliação 2014.1PDF
Resultados autoavaliação 2013PDF
Resultados autoavaliação 2012PDF
Resultados autoavaliação 2011PDF

Coordenador
José Lima Crisóstomo

Representante Corpo docente
Nicole de Albuquerque Vasconcelos Soares
José Lima Crisóstomo

Representante Corpo técnico-administrativo
Vânia Maria Santana Costa
Anabel Cruz Dionísio

Representante Corpo discente
Filomeno Bastos de Mesquita Neto
Maria da Conceição Alves Ferreira

Representante Comunidade
Germano Maia Pinto
Régis Bonfim

 

LEI Nº 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004
Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica instituído o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES, com o objetivo de assegurar processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, dos cursos de graduação e do desempenho acadêmico de seus estudantes, nos termos do art. 9º, VI, VIII e IX, da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

§ 1º O SINAES tem por finalidades a melhoria da qualidade da educação superior, a orientação da expansão da sua oferta, o aumento permanente da sua eficácia institucional e efetividade acadêmica e social e, especialmente, a promoção do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais das instituições de educação superior, por meio da valorização de sua missão pública, da promoção dos valores democráticos, do respeito à diferença e à diversidade, da afirmação da autonomia e da identidade institucional.

§ 2º O SINAES será desenvolvido em cooperação com os sistemas de ensino dos Estados e do Distrito Federal.

Art. 2º O SINAES, ao promover a avaliação de instituições, de cursos e de desempenho dos estudantes, deverá assegurar:

I – avaliação institucional, interna e externa, contemplando a análise global e integrada das dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais das instituições de educação superior e de seus cursos;

II – o caráter público de todos os procedimentos, dados e resultados dos processos avaliativos;

III – o respeito à identidade e à diversidade de instituições e de cursos;

IV – a participação do corpo discente, docente e técnico-administrativo das instituições de educação superior, e da sociedade civil, por meio de suas representações.

Parágrafo único. Os resultados da avaliação referida no caput deste artigo constituirão referencial básico dos processos de regulação e supervisão da educação
superior, neles compreendidos o credenciamento e a renovação de credenciamento de instituições de educação superior, a autorização, o reconhecimento e a renovação de reconhecimento de cursos de graduação.

Art. 3º A avaliação das instituições de educação superior terá por objetivo identificar o seu perfil e o significado de sua atuação, por meio de suas atividades, cursos, programas, projetos e setores, considerando as diferentes dimensões institucionais, dentre elas obrigatoriamente as seguintes:

I – a missão e o plano de desenvolvimento institucional;

II – a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades;

III – a responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;

IV – a comunicação com a sociedade;

V – as políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnicoadministrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;

VI – organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios;

VII – infra-estrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;

VIII – planejamento e avaliação, especialmente os processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional;

IX – políticas de atendimento aos estudantes;

X – sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

§ 1º Na avaliação das instituições, as dimensões listadas no caput deste artigo serão consideradas de modo a respeitar a diversidade e as especificidades das diferentes organizações acadêmicas, devendo ser contemplada, no caso das universidades, de acordo com critérios estabelecidos em regulamento, pontuação específica pela existência de programas de pós-graduação e por seu desempenho, conforme a avaliação mantida pela Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES.

§ 2º Para a avaliação das instituições, serão utilizados procedimentos e instrumentos diversificados, dentre os quais a auto-avaliação e a avaliação externa in loco.

§ 3º A avaliação das instituições de educação superior resultará na aplicação de conceitos, ordenados em uma escala com 5 (cinco) níveis, a cada uma das dimensões e ao conjunto das dimensões avaliadas.

Art. 4º A avaliação dos cursos de graduação tem por objetivo identificar as condições de ensino oferecidas aos estudantes, em especial as relativas ao perfil do
corpo docente, às instalações físicas e à organização didático-pedagógica.

§ 1º A avaliação dos cursos de graduação utilizará procedimentos e instrumentos diversificados, dentre os quais obrigatoriamente as visitas por comissões de especialistas das respectivas áreas do conhecimento.

§ 2º A avaliação dos cursos de graduação resultará na atribuição de conceitos, ordenados em uma escala com 5 (cinco) níveis, a cada uma das dimensões e ao conjunto das dimensões avaliadas.

Art. 5º A avaliação do desempenho dos estudantes dos cursos de graduação será realizada mediante aplicação do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – ENADE.

§ 1º O ENADE aferirá o desempenho dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares do respectivo curso de graduação, suas habilidades para ajustamento às exigências decorrentes da evolução do conhecimento e suas competências para compreender temas exteriores ao âmbito específico de sua profissão, ligados à realidade brasileira e mundial e a outras áreas do conhecimento.

§ 2º O ENADE será aplicado periodicamente, admitida a utilização de procedimentos amostrais, aos alunos de todos os cursos de graduação, ao final do primeiro e do último ano de curso.

§ 3º A periodicidade máxima de aplicação do ENADE aos estudantes de cada curso de graduação será trienal.

§ 4º A aplicação do ENADE será acompanhada de instrumento destinado a levantar o perfil dos estudantes, relevante para a compreensão de seus resultados.

§ 5º O ENADE é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação, sendo inscrita no histórico escolar do estudante somente a sua situação regular com relação a essa obrigação, atestada pela sua efetiva participação ou, quando for o caso, dispensa oficial pelo Ministério da Educação, na forma estabelecida em regulamento.

§ 6º Será responsabilidade do dirigente da instituição de educação superior a inscrição junto ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP de todos os alunos habilitados à participação no ENADE.

§ 7º A não-inscrição de alunos habilitados para participação no ENADE, nos prazos estipulados pelo INEP, sujeitará a instituição à aplicação das sanções previstas no § 2º do art. 10, sem prejuízo do disposto no art. 12 desta Lei.

§ 8º A avaliação do desempenho dos alunos de cada curso no ENADE será expressa por meio de conceitos, ordenados em uma escala com 5 (cinco) níveis, tomando por base padrões mínimos estabelecidos por especialistas das diferentes áreas do conhecimento.

§ 9º Na divulgação dos resultados da avaliação é vedada a identificação nominal do resultado individual obtido pelo aluno examinado, que será a ele exclusivamente fornecido em documento específico, emitido pelo INEP.

§ 10. Aos estudantes de melhor desempenho no ENADE o Ministério da Educação concederá estímulo, na forma de bolsa de estudos, ou auxílio específico, ou ainda alguma outra forma de distinção com objetivo similar, destinado a favorecer a excelência e a continuidade dos estudos, em nível de graduação ou de pós-graduação, conforme estabelecido em regulamento.

§ 11. A introdução do ENADE, como um dos procedimentos de avaliação do SINAES, será efetuada gradativamente, cabendo ao Ministro de Estado da Educação determinar anualmente os cursos de graduação a cujos estudantes será aplicado.

Art. 6º Fica instituída, no âmbito do Ministério da Educação e vinculada ao Gabinete do Ministro de Estado, a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior – CONAES, órgão colegiado de coordenação e supervisão do SINAES, com as atribuições de:

I – propor e avaliar as dinâmicas, procedimentos e mecanismos da avaliação institucional, de cursos e de desempenho dos estudantes;

II – estabelecer diretrizes para organização e designação de comissões de avaliação, analisar relatórios, elaborar pareceres e encaminhar recomendações às instâncias competentes;

III – formular propostas para o desenvolvimento das instituições de educação superior, com base nas análises e recomendações produzidas nos processos de avaliação;

IV – articular-se com os sistemas estaduais de ensino, visando a estabelecer ações e critérios comuns de avaliação e supervisão da educação superior;

V – submeter anualmente à aprovação do Ministro de Estado da Educação a relação dos cursos a cujos estudantes será aplicado o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – ENADE;

VI – elaborar o seu regimento, a ser aprovado em ato do Ministro de Estado da Educação;

VII – realizar reuniões ordinárias mensais e extraordinárias, sempre que convocadas pelo Ministro de Estado da Educação.

Art. 7º A CONAES terá a seguinte composição:

I – 1 (um) representante do INEP;

II – 1 (um) representante da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES;

III – 3 (três) representantes do Ministério da Educação, sendo 1 (um) obrigatoriamente do órgão responsável pela regulação e supervisão da educação superior;

IV – 1 (um) representante do corpo discente das instituições de educação superior;

V – 1 (um) representante do corpo docente das instituições de educação superior;

VI – 1 (um) representante do corpo técnico-administrativo das instituições de educação superior;

VII – 5 (cinco) membros, indicados pelo Ministro de Estado da Educação, escolhidos entre cidadãos com notório saber científico, filosófico e artístico, e reconhecida competência em avaliação ou gestão da educação superior.

§ 1º Os membros referidos nos incisos I e II do caput deste artigo serão designados pelos titulares dos órgãos por eles representados e aqueles referidos no inciso III do caput deste artigo, pelo Ministro de Estado da Educação.

§ 2º O membro referido no inciso IV do caput deste artigo será nomeado pelo Presidente da República para mandato de 2 (dois) anos, vedada a recondução.

§ 3º Os membros referidos nos incisos V a VII do caput deste artigo serão nomeados pelo Presidente da República para mandato de 3 (três) anos, admitida 1 (uma) recondução, observado o disposto no parágrafo único do art. 13 desta Lei.

§ 4º A CONAES será presidida por 1 (um) dos membros referidos no inciso VII do caput deste artigo, eleito pelo colegiado, para mandato de 1 (um) ano, permitida 1 (uma) recondução.

§ 5º As instituições de educação superior deverão abonar as faltas do estudante que, em decorrência da designação de que trata o inciso IV do caput deste artigo, tenha participado de reuniões da CONAES em horário coincidente com as atividades acadêmicas.

§ 6º Os membros da CONAES exercem função não remunerada de interesse público relevante, com precedência sobre quaisquer outros cargos públicos de que sejam titulares e, quando convocados, farão jus a transporte e diárias.

Art. 8º A realização da avaliação das instituições, dos cursos e do desempenho dos estudantes será responsabilidade do INEP.

Art. 9º O Ministério da Educação tornará público e disponível o resultado da avaliação das instituições de ensino superior e de seus cursos.

Art. 10. Os resultados considerados insatisfatórios ensejarão a celebração de protocolo de compromisso, a ser firmado entre a instituição de educação superior e o Ministério da Educação, que deverá conter:

I – o diagnóstico objetivo das condições da instituição;

II – os encaminhamentos, processos e ações a serem adotados pela instituição de educação superior com vistas na superação das dificuldades detectadas;

III – a indicação de prazos e metas para o cumprimento de ações, expressamente definidas, e a caracterização das respectivas responsabilidades dos dirigentes;

IV – a criação, por parte da instituição de educação superior, de comissão de acompanhamento do protocolo de compromisso.

§ 1º O protocolo a que se refere o caput deste artigo será público e estará disponível a todos os interessados.

§ 2º O descumprimento do protocolo de compromisso, no todo ou em parte, poderá ensejar a aplicação das seguintes penalidades:

I – suspensão temporária da abertura de processo seletivo de cursos de graduação;

II – cassação da autorização de funcionamento da instituição de educação superior ou do reconhecimento de cursos por ela oferecidos;

III – advertência, suspensão ou perda de mandato do dirigente responsável pela ação não executada, no caso de instituições públicas de ensino superior.

§ 3º As penalidades previstas neste artigo serão aplicadas pelo órgão do Ministério da Educação responsável pela regulação e supervisão da educação superior, ouvida a Câmara de Educação Superior, do Conselho Nacional de Educação, em processo administrativo próprio, ficando assegurado o direito de ampla defesa e do contraditório.

§ 4º Da decisão referida no § 2º deste artigo caberá recurso dirigido ao Ministro de Estado da Educação.

§ 5º O prazo de suspensão da abertura de processo seletivo de cursos será definido em ato próprio do órgão do Ministério da Educação referido no § 3º deste artigo.

Art. 11. Cada instituição de ensino superior, pública ou privada, constituirá Comissão Própria de Avaliação – CPA, no prazo de 60 (sessenta) dias, a contar da publicação desta Lei, com as atribuições de condução dos processos de avaliação internos da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo INEP, obedecidas as seguintes diretrizes:

I – constituição por ato do dirigente máximo da instituição de ensino superior, ou por previsão no seu próprio estatuto ou regimento, assegurada a participação de todos os segmentos da comunidade universitária e da sociedade civil organizada, e vedada a composição que privilegie a maioria absoluta de um dos segmentos;

II – atuação autônoma em relação a conselhos e demais órgãos colegiados existentes na instituição de educação superior.

Art. 12. Os responsáveis pela prestação de informações falsas ou pelo preenchimento de formulários e relatórios de avaliação que impliquem omissão ou distorção de dados a serem fornecidos ao SINAES responderão civil, penal e administrativamente por essas condutas.

Art. 13. A CONAES será instalada no prazo de 60 (sessenta) dias a contar da publicação desta Lei.

Parágrafo único. Quando da constituição da CONAES, 2 (dois) dos membros referidos no inciso VII do caput do art. 7º desta Lei serão nomeados para mandato de 2 (dois) anos.

Art. 14. O Ministro de Estado da Educação regulamentará os procedimentos de avaliação do SINAES.

Art. 15. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 16. Revogam-se a alínea a do § 2º do art. 9º da Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961, e os arts. 3º e 4º da Lei nº 9.131, de 24 de novembro de 1995.

Brasília, 14 de abril de 2004; 183º da Independência e 116º da República.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

2015

Ensino/Docência/Corpo Administrativo/Infraestrutura

O Centro Universitário Christus busca, de maneira contínua, aperfeiçoar-se como instituição de ensino, quanto à qualidade de seus recursos didático-materiais e de suas instalações. As principais ações de melhorias empreendidas no ano de 2015 foram as seguintes:

  • A biblioteca do Campus Dom Luís adquiriu mais 318 títulos, perfazendo 3006 exemplares novos. O acervo total agora é de 57.813 exemplares (18.952 títulos);
  • A biblioteca do Campus Parque Ecológico adquiriu 815 títulos, perfazendo 7.612 novos exemplares;
  • Implantação do Curso de Gastronomia (CST) no Campus do Parque Ecológico;
  • Implantação de acompanhamento, por meio da Plataforma Moodle, para os alunos de TCC do Curso de Administração;
  • No Campus Dom Luís, foram criados mais 2 laboratórios no Núcleo de Práticas Tecnológicas;
  • Reforma no prédio do Campus Dom Luís – foram criadas 9 salas de aula, sendo 4 delas para laboratório de informática.
  • O refeitório dos funcionários e o Ambulatório (NAEA) para atendimento de todos foram ampliados.
  • Foram criadas ainda 7 salas administrativas, 3 depósitos, 1 sala de reuniões e 3 novos banheiros.
  • Foi construída uma nova estrutura para a secretaria de alunos (atendimento e administração).
  • Foram ainda instaladas catracas biométricas na recepção de entrada do prédio;
  • Para todos os campi, foi feita a instalação do SO Open Source Linux em alguns laboratórios (agora são 2 sistemas operacionais Linux e Windows à disposição dos alunos e professores);
  • Criação do novo site institucional (http://unichristus.edu.br/)
  • No Campus Parque Ecológico, foi feita a criação de duas novas salas na Clínica de Saúde (consulta de Enfermagem e teste rápido e construção da sala de prontuários);
  • Aquisição de novos equipamentos para os laboratórios da área de saúde (microscópios Medilux; 02 microscópios bioblue e 03 câmeras coloridas CMOS acopladas; 01 cuba de eletroforese horizontal; 01 fontes de eletroforese; 01 micro-ondas midea; refrigerador 415 litros da marca Consul; 25 contadores hematológicos manuais; 03 CPUs; 30 bancos);
  • Construção de 3 laboratórios na sede do Benfica e aquisição de equipamentos para os Cursos de Biomedicina e Enfermagem;
  • No Campus Parque Ecológico, foi realizada a construção do laboratório de Odontologia Pré-Clínica com 60 equipos e 58 simuladores (cabeças para adaptação de manequins para treinamento pré-clínico), preparado para receber 58 alunos;
  • Campus Parque Ecológico – Criação do Núcleo de Práticas Gastronômicas para o novo Curso de Gastronomia (CST);
  • Criação de página (fanpage) na plataforma social Facebook para facilitar a comunicação com os alunos do Curso de Direito;
  • Criação do Campus Dionísio Torres para abrigar os Cursos de Ciências Contábeis e Sistemas de Informação;
  • Implantação do Mestrado em Cirurgia Minimamente Invasiva (CMI) e Mestrado em Ensino em Saúde;

No Campus Parque Ecológico, foram criados os seguintes ambientes administrativos: Sala da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa;

  • Secretaria dos Mestrados: Cirurgia Minimamente Invasiva (CMI) e Mestrado em Ensino em Saúde;
  • Sala da Secretaria do Mestrado Profissional de Biotecnologia UECE/Unichristus;
  • Sala da Coordenação dos Mestrados;
  • Sala de orientação dos Projetos de Mestrado;
  • Sala de orientação em Bioestatística de graduação e pós-graduação.
  • Todos os campi passaram por reparos de manutenção;
  • Criação de um novo espaço de trabalho para a CPA no Campus Dom Luís (13º andar).

2014

Sempre em busca do contínuo aperfeiçoamento, o Centro Universitário Christus apresenta abaixo as principais ações de melhorias realizadas no ano de 2014 em seus campi.

ENSINO/DOCÊNCIA/CORPO ADMINISTRATIVO

  • Parceria com a Editora Saraiva para disponibilização de conteúdo de Livros on line para alunos e professores.
  • Capacitação de professores.
  • Aumento no Incentivo aos professores para participação em eventos científicos.
  • Aumento no quadro de professores.
  • Atualização das ementas das disciplinas e dos planos de ensino.
  • Ampliação da utilização do Ambiente Virtual de Aprendizagem via Moodle.
  • Ampliação das atividades de extensão, como por exemplo Visitas Técnicas.
  • Treinamento de funcionários do corpo administrativo para atendimento. 

INFRAESTRUTURA

  • Instalação de lousas digitais em salas de aula do Campus Parque Ecológico.
  • Finalização do 9º andar com 8 novas salas de aula no Campus Parque Ecológico
  • Aquisição de Ipads, Apple Tv’s e televisores LED 42”.
  • Atualização do acervo das bibliotecas dos Campi Parque Ecológico, Dionísio Torres e Dom Luís.
  • Manutenção geral em todos os campi.
  • Reforma do Núcleo de Práticas Jurídicas.
  • Construção de um Biotério e mais 3 salas de práticas na Clínica Escola de Fisioterapia.
  • Construção de 3 consultórios e um Jardim com espaço de convivência para os alunos e professores da Clínica Escola de Saúde.
  • Construção do Núcleo de Práticas Tecnológicas.
  • Atualização dos laboratórios.

————————————————-

2013

INFRAESTRUTURA – SEDE CAMPUS DOM LUIS

  • SALAS DE AULA
    • Conclusão das instalações de equipamentos multimídia em todas as salas de aula.
    • Troca das tomadas elétricas pelos modelos atuais.
  • 5º ANDAR
    • Reordenamento do 5º andar com mudanças estruturais das salas para coordenações e Secretaria de Cursos.
    • Instalação de vidro blindado na tesouraria.
  • ESTACIONAMENTOS
    • Modernização da iluminação dos estacionamentos externos com trocas de refletores;
    • Mudança do piso do estacionamento interno subsolo I.
    • Implantação do uso de coletes refletores para o pessoal da infraestrutura que trabalha nos estacionamentos.
    • Disponibilização de mais um estacionamento para o período da manhã.
  • 2º ANDAR
    • Rebaixamento do teto do refeitório da infraestrutura (PVC).
    • Aquisição de geladeira para o refeitório.
  • BIBLIOTECA
    • Substituição dos monitores CHT por LCD da biblioteca utilizados para consultas do acervo.
    • Substituição dos monitores CHT por LCD da biblioteca utilizados para impressão de material de estudo.
    • Instalação de armários individuais para uso dos alunos.
  • LABORATÓRIOS
    • Implantação dos laboratórios de química e de física para os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Produção e de Arquitetura e Urbanismo.
    • Implantação da sala de Desenho para os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Produção e de Arquitetura e Urbanismo.
  • NPJ
    • Reforma do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ):
      • Impermeabilização do teto;
      • Pintura geral;
      • Nova sala para os professores se reunirem;
      • Novo laboratório de informática para alunos fazerem petições online;
      • Reordenamento da recepção com novo acesso para alunos.
  • ESTRUTURA GERAL
    • Início da nova padronização das portas.
    • Troca das maçanetas de todas as portas.
    • Acréscimos de assentos para alunos nos andares: puffs, longarinas e mesas.
    • Pintura interna completa do prédio.
    • Instalação da tranca da porta do gerador.
    • Modernização das bombas hidráulicas.
    • Limpeza dos poços e de cisternas.
    • Aquisição de novas ferramentas para o pessoal da manutenção.
    • Instalações de TVs de LED para informativos destinados aos alunos (2 aparelhos no andar térreo e outro no 5º andar).
    • Substituição de compressores de aparelhos de ar condicionados, no total de 5 ( 3 nas coordenações e 2 Secretaria Geral).
    • Substituição de compressores de aparelhos de ar condicionado (3ºandar).
    • Manutenção e colocação de timer nos compressores das bombas hidráulicas.
    • Aquisição de novo sistema de refrigeração da sala de switch.
    • Substituição do piso subsolo I para piso industrial.
    • Pintura externa de todo prédio.
    • Aquisição de máquina pulverizadora com todo para dedetização.
    • Aquisição de dispositivos especiais para controle de ratos.
    • Instalação de torneiras de pressão para lavagem de banheiros.
    • Revisões das válvulas de descargas dos aparelhos sanitários.
  • SERVIDORES
    • Aquisição de novo sistema de refrigeração da sala de switch.
    • Aquisição de novo servidor para a pós-graduação.
  • OUTROS
    • Implantação do projeto egresso com reforma e disponibilização de uma sala de estudos especialmente para ex-alunos se prepararem para concursos.
  • ESPAÇO CONVIVÊNCIA E AUDITÓRIOS
    • Reforma completa de todas as cadeiras do auditório III.
    • Reforma de todas as persianas dos auditórios e do espaço cultural.
    • Reforma do espaço para convivência (cantina do 4 º andar).
    • Pintura, manutenção do piso, pintura do caramanchão (cantina do 4 º andar).

INFRAESTRUTURA – SEDE PARQUE ECOLÓGICO

No ano de 2013 o Centro Universitário Christus, campus Parque Ecológico, teve as seguintes alterações na infraestrutura predial:

  • Na Clínica Escola de Medicina – CEM – foi construído o consultório 12, a farmácia, a sala de coleta, a sala da copa.
  • No térreo, foi feita a implantação de 2 laboratórios de informática para os cursos de Educação a Distância – EaD.
  • No 2º andar – prédio expansão – reforma da Praça Verde, do Auditório, do Espaço Cultural, e da sala da coordenação e de eventos.

Recebemos da construtora os seguintes andares novos:

  • No 7º andar – laboratório de simulações avançadas; hospital simulado; laboratório morfofuncional; – sala de reagentes; sala de drogaria, sala da coordenação dos laboratórios, laboratório de radiologia.
  • No 8º andar – laboratórios multidisciplinares de: microbiologia e imunologia; bioquímica e farmacologia; biofísica e fisiologia; 2 laboratórios de microscopia; central de produção de água; central de esterilização.
  • No 11º andar – salas de atendimentos dos professores aos alunos de todos os cursos da saúde, sala do Núcleo de Atendimento Pedagógico – NAP, sala do Serviço de Apoio Psicopedagógico – SAP, Núcleo de Apoio a Acessibilidade, Núcleo de Atendimento a Monografia e Pesquisa – NUCAMP, sala de atendimento de bioestatística, salas de reunião 02 e 03.
  • No 12º andar – Implantação das Coordenações Gerais e de Pesquisa dos cursos da saúde: Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina e Radiologia.
  • Conclusão da implantação da secretaria de cursos e da sala de reunião 01.

Os andares já em funcionamento: 1º ao 6º andar receberam manutenções de pintura nas paredes, portas, corredores, escada, rampas, banheiros, salas de aulas e no laboratório de anatomia.

————————————————-

2012

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

  • Entrega de donativos ao Lar Amigos de Jesus.

CURSO DE DIREITO

  • No dia 19 de outubro, representando o Curso de Direito do Centro Universitário Christus, o apoio de Coordenação, Vildomar Vieira Alves, e os alunos Henrique Torquilho, Luccas Vieira, Fugita Machado, Ingrid Torquato e Raquel Colares estiveram no LAR AMIGOS JESUS, para a entrega dos alimentos arrecadados por ocasião da X SEMANA DO DIREITO, realizada nos dias, 2, 3 e 4 de outubro. Foram arrecadados mais de 200 quilos de alimentos não perecíveis.  O grupo foi recepcionado pela atual diretora da Instituição, Irmã Conceição Dias de Albuquerque, que fez questão de explicar sobre o funcionamento da Instituição, sua missão e as principais atividades desenvolvidas, além de apresentar todas as dependências da Instituição.  O LAR AMIGOS DE JESUS fica localizado na Rua Idelfonso Albano, 3052, no Bairro Joaquim Távora. Para outras informações, basta acessar o site www.laramigosdejesus.org.br.

AÇÕES DE MELHORIAS NO ÂMBITO DO ENSINO APRENDIZAGEM E EXTENSÃO

  • Foi realizado IX Encontro de Iniciação Científica e IV Encontro de Pesquisadores com a apresentação de 28 trabalhos de alunos, professores e ex-alunos.
  • No dia 2 de junho, 33 alunos realizaram uma nova visita à fábrica da HEINEKEN em Pacatuba, para conhecer as peculiaridades do seu processo produtivo.
  • No dia 19 de março de 2012, 30 alunos realizaram Visita Técnica à fábrica da Natura, na cidade de Cajamar/SP.
  • Foram realizadas duas visitas técnicas ao Porto do Pecém para acompanhar como se dá as operações logísticas e os processos administrativos no Porto.
  • O Escritório de Direitos Humanos (EDH) realizou em 2012.2 Trilha Ecológica com Seminário sobre Direitos Indígenas na comunidade Jenipapo-Kanindé. O evento contou coma a participação de alunos do curso de Direito e com a presença do Professor Carlos Marés (PUC-PR), especialista em Direito Indígena, que participou como orientador da trilha ao lado da Professora Germana Belchior, integrante do EDH-Unichristus.
  • Visita ao Instituto Atlântico com a participação de 15 (quinze) alunos do Curso de Sistemas de Informação e 03 (três) do Curso de Administração, conduzidos pelo coordenador do curso de Sistemas de Informação e pelo Professor de Gestão de Projetos e Executivo, tiveram a oportunidade de conhecer os diversos ambientes de produção do Instituto.
  • A Empresa FAN STUDIOS de desenvolvimento de jogos digitais e aplicativos marcou a abertura do ciclo de palestras promovidas pelo Curso de Sistemas de Informaçã.
  • Adoção de novas estratégias de ensino nos diversos cursos implementadas pela Comissão Pedagógica Institucional.
  • Criação e colocação no ar dos “sites” dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Sistemas de Informação.
  • Criação do Projeto Ideias Ativas que consiste de seminários e palestras com temas inerentes à área contábil.
  • AIESEC – Foi firmada em Julho parceria entre o Núcleo de Práticas Empreendedoras da Unichristus e a AIESEC. Que é uma instituição sem fins lucrativos presente em mais de 111 países e territórios e composto por mais de 65.000 membros, com o objetivo de fornecer uma plataforma para desenvolvimento de jovens lideranças.
  • Realização de Curso de Inglês Instrumental.
  • Evento de Recepção dos calouros.
  • Celebração de parceria com a ONG Tear Comunitário.
    Renovação da Parceria com o Instituto Euvaldo Lodi – IEL.
  • Reformulação do fluxo de disciplinas do curso de Administração priorizando assuntos transversais e a interdisciplinaridade.
  • Implantação de um grupo de estudos de marketing no Curso de Administração.
  • Implantação do projeto PROFISSIONAIS DO FUTURO.
  • Implantação da Coordenação do Curso de Engenharia Civil.
    Realização do I Encontro Pedagógico para o Corpo Docente.
  • Incentivo ao grupo de alunos que integram o Plantão Alegre no Hospital do Câncer Pediátrico Peter Pan.
  • Participação e apresentação de trabalhos científicos de alunos do Curso de Fisioterapia XLI.
  • Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq).
  • Realização do Seminário Conflitos Socioambientais e Direitos Humanos”, em parceria com a Associação Cearense do Ministério Público, a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará, Associação dos Geógrafos do Brasil, o Centro de Assessoria Popular Caldeirão, a Justiça Federal – Ceará, o Grupo de Pesquisa Teorias Críticas – UFC, o Núcleo Tramas – UFC, a Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares – Ceará e o Terramar.
  • Debates Universitários OPovo abordando a transparência e democratização do Judiciário.
  • Participação do curso de Sistemas de Informação na INFOBRASIL 2012.
    Participação de alunos do Curso de Sistemas de Informação no Programa Microsoft Students to Business (S2B).
  • Parceria de intercâmbio do Curso de Medicina com a Universiadade da França na área de cirurgia maxilo-facial.
  • Participação do 9º Encontro Cearense de Estagiários realizado na FIEC (abr/2012).
  • Apresentação de trabalhos do curso de Administração no XXIII Encontro Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ENANGRAD) e no II Encontro Internacional de em Comunicação e Consumo.
  • Visita Técnica realizada ao Conselho Regional de Contabilidade realizada pelo curso de Ciências Contábeis.
  • Apresentação de trabalhos do curso de Direito no VI ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS e XXI Congresso Nacional do CONPEDI.
  • Seminário sobre Direitos da Criança e Adolescente à Educação e à Saúde.
  • Adolescência Hoje – Projeto do Curso de Medicina que integra o módulo horizontal ISEC (Integração, Serviço, Ensino e Comunidade).
  • Participação da Unichristus no 50º Congresso Brasileiro de Educação Médica.
  • Participação da Campanha de Prevenção à Obesidade Infantil.

INFRAESTRUTURA

  • Fixação, nos banheiros, de painéis educativos para o uso racional de água, papel e energia elétrica.
  • Criação da Coordenação de Mídias Digitais e Sistemas Acadêmicos – responsável pela comunicação interna e melhoria contínua dos sistemas de uso acadêmicos e institucionais.
  • Instalação de equipamentos multimídia em salas de aula.

ACOMPANHAMENTOS DA CPA:

  • I JORNADA UNICHRISTUS realizada pelos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Sistema de Informação que, além de promover palestras com convidados importantes da área empresarial, divulga trabalhos de destaque de alunos e professores.
  • FISIOCHRISTUS realizada pelo Curso de Fisioterapia que, além convidar importantes personalidades da área para compartilhar suas experiências, divulga trabalhos de destaque de alunos e professores.
  • MEDCHRISTUS realizada pelo Curso de Medicina com o objetivo de promover a integração entre os alunos e os profissionais de destaque da área médica, bem como estimular a integração de professores e alunos. Tema do Evento: Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular.
  • SEMANA DO DIREITO realizada pelo Curso de Direito com o objetivo de disseminar temas contemporâneos da área jurídica, bem como trazer renomados palestrantes para discutir temas atuais e relevantes com o corpo discente.
  • Atividades de manutenção e aprimoramento do atendimento jurídico à comunidade hipossuficiente realizadas pelo Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) .
  • Realização de ações do Escritório de Direitos Humanos (EDH) em parceria com a Defensoria Pública do Estado do Ceará.
  • Diversas ações do Serviço de Apoio Psicopedagógico (SAP) com o objetivo de facilitar o processo ensino-aprendizagem.
  • Realização de atendimentos às comunidades acadêmica e do entorno pelo Serviço de Inclusão Social (SIS) .
  • Atendimentos à comunidade realizados pela Clínica Escola de Medicina (CEM).
  • Atendimentos prestados pela Clínica Escola de Fisioterapia.

CAMPUS DOM LUÍS

  • Reforma arquitetônica das colunas do campus Dom Luís (subsolo II).
  • Aquisição de armários para guardar volumes de alunos, individualmente.
  • Modernização do gerador do campus Dom Luís.
  • Conclusão da instalação de novas tomadas elétricas em todas as salas de aula, bem como nas áreas interna e externa da cantina para facilitar o uso de netbooks, notebooks, tablets e aparelhos celulares.
  • Instalações de portões e grades em todos os estacionamentos externos;
  • Reparo do piso do estacionamento do subsolo I e II.
  • Aumento do espaço da Secretaria de Cursos.
  • Aquisição de máquina para triturar papéis (reciclagem).
  • Início da construção do novo acesso à recepção do campus Parque Ecológico.
  • Reforma do NPJ com a construção de novas salas.
  • Início das obras de construção do laboratório do curso de Engenharia Civil.

CAMPUS PARQUE ECOLÓGICO

  • Instalação de três novos elevadores.
  • Reforma do espaço para convivência de alunos.
  • Continuação da construção da torre nova em complementação à torre já existente (de cinco andares), foi dada a continuidade nos andares 07, 08 e foi iniciada a construção do novo auditório de 300 lugares.
  • Novo espaço para a Secretaria Geral e de Alunos, Tesouraria, Setor Pessoal, Apoio Jurídico, Comitê de Ética e Pesquisa (CEP), desde 2011 passaram a funcionar com novas instalações e ampliação de equipamentos acadêmicos.
  • Instalações das salas para Pró-Reitoria e Reitoria.
  • Instalação de cancelas eletrônicas para acesso ao campus.
  • Transferência da Coordenação dos Cursos de Pós-Graduação para novas e mais modernas dependências no Campus Parque Ecológico.

AÇÕES IMPLEMENTADAS COM FOCO A MELHORIA DO ATENDIMENTO

CAMPUS DOM LUÍS E PARQUE ECOLÓGICO

  • Mudança no sistema e nos números de telefones permitindo uma comunicação.
  • Mudança das fardas dos funcionários administrativos para melhoria da identidade visual.
  • Treinamento para os empregados sobre atendimento ao aluno.

ATIVIDADES REALIZADAS EM 2012 PELO ESCRITÓRIO DE DIREITOS HUMANOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO CHRISTUS – UNICHRISTUS (EDH-UNICHRISTUS)

  • Seminário: “Conflitos Socioambientais e Direitos Humanos”.
  • Seminário: “Papel das Entidades Representativas dos Servidores Público e da Universidade na Afirmação dos Direitos Humanos”.
  • Curso: Judiciário, Conflitos Coletivos e Movimentos Sociais em parceria com a  Justiça Federal no Ceará e a Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares no Ceará.
  • Realização de trilhas ecológicas, as últimas foram na Prainha do Canto Verde (RESEX) e na Etnia Indígena Jenipapo-Kanindé. A próxima será em Curral Velho (Acaraú), comunidade tradicional de pescadores e marisqueiras, sempre contando com especialistas no tema que acompanham a visita e realizam uma roda de discussão no local após a realização da trilha.

PROJETOS EM DESENVOLVIMENTO NO EDH

Comunidade e Direitos Sociais: busca implementar um programa de educação em direitos humanos, instigando o aprimoramento dos estudos, do ensino, da oratória, concretizando a socialização dos conhecimentos aprendidos para alunos de escolas profissionalizantes em parceria com os juízes do trabalho e o Governo do Ceará. Orientado pelo prof. Clovis Renato. Conta com 6 alunos extensionistas. O projeto foi, recentemente, vencedor do Prêmio Nacional em Direitos Humanos da ANAMATRA.

Direitos Humanos e Gênero: busca investigar a situação atual das mulheres encarceradas no Estado do Ceará a partir da Coordenadoria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres. Vem realizando grupos de estudos. Realizou visita ao Presídio Feminino. Está sob a orientação das profa. Gabrielle Bezerra e Andreia Costa. Conta com 4 alunos.

Ecologizando – cidadania ambiental e inclusão social: busca promover o exercício da cidadania ambiental para os moradores da comunidade Poço da Draga, de forma a estimulá-los para a participação democrática das decisões públicas e na luta em prol dos interesses socioambientais da comunidade. Está sob a orientação da profa. Germana Belchior. Conta com 8 alunos extensionistas. Vem realizando diversas oficinas sobre direitos humanos e direitos ambientais na comunidade, além de participação em outras atividades na comunidade Poço da Draga, tendo se agregado a outras ações empreendidas pela ONG Flor de Urucum, pelo Laboratório de Cartografia Social da UFC e pela ONG Velas ao Mar.

Literatura, novas mídias e Direitos Humanos: intenta dar apoio no estudo de obras literárias e na divulgação de ideias por meio do “ciberespaço”, para a disseminação da consciência crítica dos jovens residentes na periferia de Fortaleza (Bairro Bom Jardim), por intermédio da formação e do domínio dos direitos das crianças e dos adolescentes. Está sob orientação do prof. Clésio Arruda. Conta com 10 alunos extensionistas. Vem realizando diversas rodas de diálogos sobre direitos da criança e do adolescente com 10 jovens ligados a projeto social no Bom Jardim. Realizou um cine debate sobre o filme  Capitães de Areia na Unichristus (sede Dom Luís), tendo fornecido translado para os jovens do Bom Jardim, os quais participaram da sessão e do debate. Prepara-se para realizar um seminário sobre Direitos da Criança e do Adolescente na Unichristus.

————————————————-

2011

AÇÕES IMPLEMENTADAS NA MELHORIA DA INFRAESTRUTURA

  • Em termos de infraestrutura foi concluído nas duas sedes o sistema que viabiliza aos alunos e professores o acesso à internet em todas as dependências da Instituição.

CAMPUS DOM LUÍS

  • Início de instalações de mais tomadas elétricas em todas as salas de aula para facilitar o uso de netbooks, notebooks, tablets e aparelhos celulares.
  • Conclusão da construção de dois vestiários (masculino e feminino) no 2º andar.
  • Limpeza das caixas d’águas e cisternas.
  • Iniciado o projeto de instalação de equipamentos de multimídias em todas as salas de aula.
  • Revisão e substituição das caixas hidráulicas de recepção dos mictórios por curvas de PVC, do campus D. Luís, para a eliminação de odores desagradáveis dos banheiros masculinos.
  • Instalação de caramanchões no espaço de convivência e substituições de mesas e cadeiras da cantina.
  • Implantação da portaria de identificação de visitantes no térreo.
  • Aumento de vagas para motos.
  • Instalações de portões e grades nos estacionamentos externos.
  • Impermeabilização do teto do 15º andar.
  • Instalação de corrimão no 15º andar.
  • Reparo do piso do estacionamento do subsolo 1.
  • Instalação de equipamentos eletrônicos emissores de ruídos ultrassônicos para repelir morcegos e ratos.
  • Substituição da iluminação da fachada para exposição de banner publicitário.
  • Substituição dos 02(dois) banners publicitários localizados na lateral do prédio.
  • Reforço nas estruturas das portas do Núcleo de Práticas Empreendedoras.

CAMPUS PARQUE ECOLÓGICO

  • Conclusão, nos dois prédios, do sistema que viabiliza aos alunos e professores o acesso à internet em todas as dependências da Instituição, rede wireless no térreo, em todos os andares e nas Clínicas Escolas da Fisioterapia e Medicina.
  • Melhorias nas instalações e aquisição de novos equipamentos para a Clínica Escola de Fisioterapia e para a Clínica Escola de Medicina.
  • Foi feita manutenção na pintura de toda a sede: paredes, corredores, banheiros, portas e corrimões.
  • Realização da manutenção geral das 2 clínicas em toda a estrutura física, aparelhos de ar condicionados e instalações elétricas.
  • Limpezas das caixas d’águas e cisternas no prédio da sede e no prédio da Clínica Escola de Medicina.
  • Dedetização e desratização em todo o prédio e nas 2 clínicas – desinfecção para eliminação e prevenção de diversos insetos e pragas.
  • Continuação da construção da torre nova em complementação à torre já existente (de cinco andares) – foi dada a continuidade nos andares 7, 8 e foi iniciada a construção do novo auditório de 300 lugares.
  • Foram instalados projetores de data-show e tela de projeção: laboratório de informática 1 (térreo) e salas do Curso de Medicina: 01, 02, 03 e 301.
  • Cantina – passou a ofertar, no almoço, um self-service com variedade de alimentos para professores e alunos.
  • Novo espaço para a Secretaria Geral e de Alunos, Tesouraria, Setor Pessoal, Apoio Jurídico, Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) desde 2011 passaram a funcionar com novas instalações e ampliação de equipamentos acadêmicos.
  • Criação de uma nova sala para arquivamento dos documentos.
  • Aquisição de 3 novos projetores de data-show; 1 projetor 3D e 2 micro-system para utilização em salas de aula, sistema móvel.
  • Aquisição de armários para guardar volumes de alunos, individualmente.

AÇÕES IMPLEMENTADAS COM FOCO A MELHORIA DO ATENDIMENTO

CAMPUS DOM LUÍS

O aprimoramento do atendimento da cantina em 2011 se processou por meio da inclusão de um maior número de alimentos naturais no cardápio, com o objetivo de oferecer a comunidade alimentos cada vez mais saudáveis. Para melhor atender o aluno, a Faculdade instalou três caramanchões e mais mesinhas com quatro cadeiras no espaço de convivência tanto na parte coberta quanto na área que fica anexa à cantina.

Em 2011, a biblioteca manteve a política de atualização cumprindo as normas de bom atendimento ao aluno e ao docente e manteve o horário ampliando para atendimento.

No que concerne à informática em 2011, a Unichristus, além de manter e atualizar todos os equipamentos à disposição de alunos, professores e funcionários, colocou à disposição de todos, nas duas sedes, a internet sem fio em todas as dependências desses dois locais.

Apenas para se dar uma ideia das dimensões desse aprimoramento, relaciona-se a seguir todas as melhorias na área ocorridas em 2011:

  • 45 microcomputadores (completos)
  • 01 notebook
  • 01 mesa digitalizadora
  • 01 monitor
  • 08 impressoras
  • 04 projetores
  • WI-FI (Internet wireless) em todas as dependências das duas sedes
  • Link de 50 Mb (redundância)
  • 70 Upgrades de microcomputadores
  • 25 substituições de monitor CRT por LCD

CAMPUS PARQUE ECOLÓGICO

  • Atualização e ampliação do acervo de livros disponibilizados pela biblioteca na área dos cursos da saúde, atuais: Medicina e Fisioterapia, e aquisição de livros também para os novos cursos: Radiologia, Gestão Hospitalar e Enfermagem.
  • Manutenção e aprimoramento dos serviços prestados pelas salas de atendimento com computadores ligados à Internet para os Docentes desenvolverem adequadamente o atendimento aos Discentes – espaço de atendimento do 5° andar.
  • Modernização dos equipamentos do espaço de atendimento aos alunos – 5° andar – aquisição de novos computadores e substituição aos monitores do tipo (CRT) antigo pelo tipo LCD.
  • Criação dos novos serviços e espaços de atendimento (5° andar) .
  • 01 sala para o Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) do Curso de Medicina – com professores e psicopedagogas formando a equipe para dar suporte ao processo acadêmico dos cursos da saúde.
  • Criação dos 02 Núcleos Docentes Estruturantes (NDE) do Curso de Medicina e do Curso de Fisioterapia.
  • 02 salas para o Núcleo de Atendimento a Monografia e Pesquisa (NUCAMP) do Curso de Fisioterapia.
  • Preparação da sala para Coordenação do Curso Tecnológico em Radiologia que iniciou em janeiro de 2012.

————————————————-

2010

AÇÕES DE MELHORIA NA INFRAESTRUTURA

No que concerne à melhoria do ambiente físico da Faculdade, foram realizadas diversas ações de melhoria no ano de 2010, entre as quais podem ser destacadas:

CAMPUS DOM LUÍS

  • Reforma e reestruturação do Núcleo de Práticas Empreendedoras (NPE) para o desenvolvimento de atividades pedagógicas, passando a ser Núcleo de Práticas Pedagógicas e de Empreendedorismo (NUPPE).
  • Início da reforma do 2º andar para a construção de dois vestiários (masculino e feminino) a fim de propiciar mais conforto aos colaboradores que desempenham atividades de manutenção, conservação, limpeza e de segurança.
  • Construção de mais seis depósitos no 2º andar.
  • Instalação de bomba hidráulica para injeção mecanizada de óleo diesel no tanque de combustível do gerador.
  • Substituição de dois servidores e aumento da velocidade da internet com a contratação de uma empresa de banda larga.
  • Reforma do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) com criação de mais duas salas para atendimento de alunos.

CAMPUS PARQUE ECOLÓGICO

Início da construção de mais uma torre com dez andares que comportará o seguinte:

  • 02 (dois) novos laboratórios de informática – com 30 computadores cada um;
    04 (quatro) andares de estacionamentos;
  • 06 (seis) novas vagas no térreo para portadores de necessidades especiais;
  • 02 (dois) novos acessos para o estacionamento, separando a entrada e a saída de veículos;
  • novo acesso com vaga exclusiva para a ambulância;
  • construção de um novo auditório, no 5º andar, com capacidade para 300 pessoas e 06 (seis) para lugares destinados ao uso pelos cadeirantes; palco com rampa; cabina para tradutores com controle multimídia (iluminação, som, imagem e refrigeração do ambiente);
  • 08 (oito) salas de aula, 10 (dez) laboratórios multidisciplinares, 02 (dois) laboratórios de microscopia, 36 (trinta e seis) gabinetes de professores com computadores, 02 (duas) salas de leitura, 02 (duas) salas de reunião, 04 (quatro) salas para atendimento a aluno; 03 (três) andares para bibliotecas e 03 (três) salas de trabalho em grupo.
  • ficarão 05 (cinco) andares para os demais cursos da área de saúde pleiteados junto ao MEC, a saber: Gestão Hospitalar, Radiologia e Enfermagem.

AÇÕES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO

  • Aprimoramento dos serviços prestados pela cantina que passou a oferecer frutas e lanches dietéticos no seu cardápio.
  • Padronização e distribuição de blusas para todos os funcionários da Unichristus.
  • Atualização e ampliação do acervo de livros disponibilizados pela biblioteca.
  • Manutenção do horário ampliado para o atendimento da biblioteca.
  • Manutenção e aprimoramento dos serviços prestados pelas salas de atendimento com computadores ligados à Internet para os Docentes desenvolverem adequadamente o atendimento aos Discentes.
  • Modernização dos equipamentos dos laboratórios de informática com a aquisição de 21 novos microcomputadores para o Núcleo de práticas Pedagógicas e de Empreendedorismo (NUPPE) e substituição de 29 monitores do tipo (CRT) antigo pelo tipo LCD.
  • Instalação de rede wireless nos terceiro e quinto andares do Campus Dom Luís e térreo e quinto andar do Campus Parque Ecológico.
  • Criação de 02 dois laboratórios de informática com 60 (sessenta) computadores com telas de LCD no Campus Parque Ecológico.

ACOMPANHAMENTOS DA CPA

UNICHRISTUS realizada pelos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Sistema de Informação que; além de promover palestras com convidados importantes da área empresarial, divulga trabalhos de destaque de alunos e professores.
FISIOCHRISTUS realizada pelo Curso de Fisioterapia que, além convidar importantes personalidades da área para compartilhar suas experiências, divulga trabalhos de destaque de alunos e professores.
MEDCHRISTUS realizada pelo Curso de Medicina com o objetivo de promover a integração entre os alunos e os profissionais de destaque da área médica, bem como estimular a integração de professores e alunos. Tema do Evento: Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular.
SEMANA DO DIREITO realizada pelo Curso de Direito com o objetivo de disseminar temas contemporâneos da área jurídica, bem como trazer renomados palestrantes para discutir temas atuais e relevantes com o corpo discente.

  • Ações desenvolvidas pelo Núcleo de Práticas Empreendedoras (NPE) o qual foi transformado em Núcleo de Práticas Pedagógicas e de Empreendedorismo (NUPPE), objetivando abranger não apenas as práticas relacionadas ao campo da gestão, mas também as atividades pedagógicas.
  • Atividades de manutenção e aprimoramento do atendimento jurídico à comunidade hipossuficiente realizadas pelo Núcleo de Prática Jurídica (NPJ)
  • Ações do Escritório de Direitos Humanos (EDH) em parceria com a Defensoria Pública do Estado do Ceará.
  • Ações do Serviço de Apoio Psicopedagógico (SAP).
  • Ações do Serviço de Inclusão Social (SIS).
  • Ações da Clínica Escola de Medicina (CEM) .
  • Ações da Clínica Escola de Fisioterapia.
  • Participação em atividades de Responsabilidade Social com parcerias com o Instituto FIEC de Responsabilidade Social (FIRESO) .
  • Ação Global do SESI, no município do Euzébio.
  • Doação de 10 computadores ao Instituto Filippo Smaldone, que tem como finalidade a educação dos surdos-mudos e a inclusão na comunidade destas crianças e jovens, realizada durante a visita de docentes da Unichristus.
  • Arrecadação de brinquedos e cestas básicas, junto aos alunos da área de saúde, para os pacientes do Instituto Infantil do Câncer Peter Pan.
  • Doação ao Centro Comunitário Luíza Távora – Farol de:
    • 233 quilos de arroz;
    • 44 quilos de feijão;
    • 43 quilos de açúcar;
    • 03 quilos de farinha de mandioca;
    • 01 pacote de farinha de rosca;
    • 04 pacotes de fubá de milho;
    • 03 pacotes de café;
    • 12 pacotes de leite em pó;
    • 15 pacotes de macarrão.
  • Campanha de solidariedade: “GESTO CONCRETO: Faça uma mãe sorrir” para doações de alimentos não perecíveis e de material de limpeza.
  • Treinamento Anual dos Funcionários da Faculdade, com uma palestra sobre a satisfação do trabalho e a qualidade no atendimento, no final do Ano Acadêmico de 2010.
  • Treinamento de Funcionários sobre relações humanas.
  • Encontro Pascal com uma palestra para os colaboradores da Faculdade intitulada: “AMBIENTE DE TRABALHO: UMA EXTENSÃO DO NOSSO LAR”.
  • Participação da CPA no conselho de administração da Instituição e da participação nas reuniões dos colegiados.

————————————————-

2009

ACADÊMICA

  • Realização de Seminários para Apresentação do Serviço de Acompanhamento Psicopedagógico  (SAP) ao corpo docente e discente.
  • Distribuição de CDs contendo provas de concursos da área contábil para os professores utilizarem em exercícios, trabalhos e avaliações das disciplinas.
  • Disponibilização on-line, para o corpo docente da área jurídica, de material para apoio didático, como provas de concursos e provas da OAB.
  • Distribuição de material didático para os alunos do Curso de Direito com conteúdos explorados nos Exames da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
  • Aperfeiçoamento do Escritório de Direitos Humanos (EDH) em parceria com a Defensoria Pública do Estado do Ceará.
  • Implantação de sistema contábil, específico para a área pública.
  • Realização de Cursos de Capacitação Docente.
  • Desenvolvimento de ações, visando à melhoria da qualidade acadêmica, a partir da criação da Central de Provas.
  • Promoção da participação do corpo discente em eventos profissionais, como Feira das Profissões, Feirão da CAIXA, Ação Global, Dia dos Idosos.
  • Novos cursos de pós-graduação lato sensu: Auditoria Contábil, Controladoria e Gestão Empresarial, Fisioterapia Dermato-Funcional, Abordagem Multidisciplinar em Terapia Intensiva, Atenção Multidisciplinar à Saúde Materno-Infantil, Geriatria e Gerontologia, Terapia Cognitivo-Comportamental, Direito Processual Civil: Individual e Coletivo.
  • Cursos de MBA Executivo em Gestão Estratégica Organizacional e MBA em Relações Internacionais.
  • Criação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) .
  • Lançamento de 98 cursos de extensão.
  • Implantação do Projeto Sexta da Pesquisa, visando a estimular o desenvolvimento da pesquisa científica nos alunos do Curso de Direito.
  • Realização de duas Trilhas Ecológicas.
  • Realização de eventos culturais, como lançamento do livro “Direito Tributário”, “Legislação Ambiental”, Peça teatral “Palavra Líquida”, Exposição de Arte e Fotografia “Tessituras”, Exposição de Arte “Inverso” .
  • Lançamento da I Unichristus com a realização de palestras, workshops e oficinas para os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Sistemas de Informação.
  • Revisão e aperfeiçoamento do manual do professor.
  • Início das atividades do Núcleo de Práticas Empreendedoras (NPE) com a participação dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Sistemas de Informação, em outubro de 2008.
  • Implantação do Núcleo de Orientação Metodológica da Rede de Apoio à Monografia.

ADMINISTRATIVA

  • Consolidação do Núcleo de Comunicação e Marketing (NCM) com a maior fluidez da comunicação interna e externa.
  • Reestruturação da Comissão Própria de Avaliação (CPA) e constituição dos Grupos Setoriais.
  • Novo layout do site, proporcionando uma maior facilidade no acesso das informações.
  • Implantação do sistema de reserva e renovação de empréstimo do acervo da biblioteca via on-line.

INFRAESTRUTURA

  • Aquisição de novos equipamentos multimídia para os Campi Dom Luís e Parque Ecológico.
  • Upgrade dos equipamentos dos laboratórios de informática: 1105, 906 e 706 (Campus Dom Luís).
  • Aquisição de 80 monitores de LCD para o Campus Dom Luís.
  • Implantação do sistema de paradas programadas dos elevadores, visando a um menor tempo de espera e deslocamento.
  • Aquisição de um novo espaço para estacionamento na Av. Senador Virgílio Távora, com capacidade para 70 veículos (previsão de entrega: set/08) .
  • Reforma do estacionamento do campus Parque Ecológico com a construção do edifício garagem, com capacidade para 700 veículos.
  • Aquisição de terreno e construção de quadra poliesportiva do Campus Dom Luís, contendo espaço de convivência, banheiros masculino, feminino, guarita de segurança, como acessibilidade para cadeirantes (previsão de entrega: out/08) .
  • Aquisição e reforma de imóvel para o funcionamento do Núcleo de Práticas Empreendedoras (NPE), contendo área de convivência, Central de Estágio, laboratório de informática, auditório multifuncional, sala de reunião, sala da coordenação, recepção, secretaria e apoio.
  • Reforma do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), incluindo a criação do laboratório para elaboração de petições, ampliação da secretaria simulada, criação da área de convivência, ampliação da sala da coordenação, adequação do Plenário com capacidade para 100 pessoas.
  • Implantação de câmeras de segurança na Biblioteca.
  • Implantação do acesso remoto à Internet (wireless).
  • Aquisição de mobiliário e ambientação da recepção do Campus Dom Luís.

Conceitos MEC

Conceitos MEC

Arquivos

Categorias

Acesso Rápido

  • estágios
  • abed
  • revista-saude
  • gestao-analise
  • opiniao-juridica
  • Selo-PROUNI
  • Selo-ABEM

Mídias Sociais

Unichristus
Unichristus 2015. Todos os direitos reservados.